Quinta-feira, 13 de Fevereiro de 2014

Compromissos comerciais:

 

 

Percebo a utilização de youtubers, maltedo que faz vídeos na plataforma, com 928928483748374 seguidores cada um. Revelará, este número de seguidores, qualidade de conteúdo? Ahahaha. Claro que não. O entertenimento nem sempre tem de ser genial. Diz uma pessoa que vê o mínimo de Casa dos Sgredos. Aliás, neste caso quanto menos qualidade, mais visualizações. E não tenho nada contra isso..eu também me gosto de divertir, sou uma das pessoas que viu a xuxa da Bernardina e contribui com visualizações que transformam esses vídeos  em "virais". A Sida também é viral, e quer isso dizer que é agradável? Não, não é.

 

Noutros países há imensas categorias de youtubers, vários temas, várias personagens, vários projectos. Em Portugal somos 11 milhões, e estas pessoas super jovens fazem quase todas o mesmo, e eu percebo que ter 10 mil pessoas a seguir seja uma fatia grande e um turn on para as marcas. Esta nova tendência tem até direito a convívios do "sector", certamente com pulseiras all-included, e dão conferências sobre qualquer coisa que não me ocorre. São os novos "famosos" e é quase uma profissão à séria.

 

Atenção, antes que alguém comece com merdas, eu não tenho rigorosamente nada contra uma pessoa que cria esse tipo de conteúdos, acho que estão a fazer pela vida e se têm tempo de antena é por culpa de fenómenos sociológicos como, "faz-me likes que sou um badaró e tenho muitas coisas a dizer à vida". Só não tenho é o mínimo respeito por aqueles que imitam e/ou picam ideias de outros sítios, sejam youtubers ou qualquer outra coisa na vida. Como consumidora/público dou valor à originalidade, o que é que querem?

 

Para mim, a aposta da Optimus é fácil, é uma campanha de recurso. Mas não tinha de ser, ter estas pessoas como endorsers pode ser muito bem aproveitado. Mas neste caso é querer chegar, à força, ao target jovem, pela auto-estrada. É rápido mas não se aproveita nada. Ou seja, terá bastantes visualizações..mas sumo 0. Na campanha anterior da WTF da Optimus, eu, inclusivamente, ainda era target: Não percebi sequer a campanha, se calhar foi porque sempre me dei com pessoas mais velhas. É possível. Mas lá está, os 2988478372827 seguidores devem ter adorado ver os seus "opinion leaders" a fazerem cenas fixes. Senhores, estes meninos podem fazer um vídeo a mandar um peido que irá ter um milhão de visualizações, agora, será que as pessoas querem ver isso? Ok. Se calhar querem, mas aqui a questão devia ser: Será que eu vou querer pôr o selo da minha marca nisso?

 

Quando é que a ânsia pelos likes e pelas visualizações se tornaram mais importantes que o conteúdo? E porque raio é que é mais importante na lista de prioridades e de estratégia de marca? Perdi-me completamente nos objectivos de marketing da Optimus, e um bocadinho nos da humanidade, confesso.

 

Na escolha da assinatura da nova marca, que deve assegurar o conceito, a Optimus vai pelo erro ortográfico, porque a malta nova é suposto ser sempre um bocado rebelde, "Tá-se tudo a passar". Tá-se tudo a passar?! Tá-se?! O que é "tá-se"? Na primária tinha levado logo uma belinha na tromba e escrito 100 vezes o verbo estar. Algo me diz que foi uma sorte não ter ficado "Tasse tudo a paxar". E não me venham com a desculpa de poupar nos caracteres que eu bem sei que estes tarifários costumam ser ilimitados. O uso do inglês, ok, vá, whatevaa, eu ainda entendo, é cultural do público, agora, o pouco português que existe nem sequer estar correcto? Porquê? Porque é jovem cometer erros? Raios, para isso já nos basta a gravidez na adolescência.

 

Mas bom, eis que hoje vejo este novo anúncio da WTF…que é a réplica do vídeo viral "How animals eat their food" dos MisterEpicMann. Vídeo esse do ano passado. Vídeo esse que TODA a gente viu. Sim, até em Portugal, imagine-se. Mas "who cares, #yolo, cenas".

 

É perfeitamente normal que estes protagonistas não percebam algumas coisas e, sinceramente, nem têm de perceber..porque é exactamente aí que as marcas que se querem posicionar como "extremamente divertidas" podem ajudá-los a ser relevantes, sendo relevantes com eles, e conseguir criar conteúdo como deve de ser. Até, em última instância, a ensinar qualquer coisa. E é exactamente isto tudo que eu não vi. 

 

WTF Portugal, nem irreverente consegues ser, caramba.

 

publicado por Cátia Domingues às 20:43
link do post | Aplaudir | favorito
|
Segunda-feira, 27 de Janeiro de 2014

Uma fonte de Lisboa

 

LX Type, inspirada nos cabos dos eléctricos, tão típicos da paisagem lisboeta.

 

Numa altura em que, por uma questão de custos, a maioria das fontes em Lisboa está fora de funcionamento, eis que surge uma fonte, um tipo de letra gratuito, criada pela Leo Burnett Lisboa, com o apoio da Câmara Municipal de Lisboa.

 

publicado por Cátia Domingues às 11:58
link do post | Aplaudir | favorito
|
Sexta-feira, 20 de Dezembro de 2013

O lado bom da vida.

É quase Natal.

Quem me conhece sabe que passo o ano inteiro a contar os dias para a consoada. 

 

Bom, como é lógico toda a gente já fez a sua lista de prendas e já tem uma ideia do que vai pedir por cada passa que vai meter na boca ao som das badaladas de um reality show qualquer.

 

Falar de desejos para um novo ano e não nos lembrarmos do desejo da mala Chanel da Pepa é praticamente impossível.

E que diz mala, diz bolsa..

E quem diz bolsa, diz Bolsa de Voluntariado.

 

(Viram? repararam neste raciocínio espectacular e nesta transição extremamente subtil?)

 

E hoje, ainda por cima, é o dia em que se comemora o Dia Internacional da Solidariedade Humana, que por calhar dia 20 de Dezembro é dia que vai ser preenchido por viagens a centros comerciais, palmadas em crianças em lojas de brinquedos e chatices em filas para embrulhar presentes.

 

Aproveitem o espírito de solidariedade, a viragem de um ano e as habituais bucketlists e conheçam projectos de voluntariado para começar o ano como deve de ser.

 

 

 

publicado por Cátia Domingues às 14:35
link do post | Aplaudir | favorito
|
Quinta-feira, 31 de Outubro de 2013

O lado bom da vida.

Quem ainda não mudou o mundo hoje, ainda está a tempo de o fazer.

 

Deixo aqui uma petição, que termina amanhã, para levar à Comissão Europeia e acabar com as experiências em animais, de uma vez por todas.

 

 

 

 

 

Para assinar:

 

http://www.stopvivisection.eu/pt-pt

 

 

Não se sentem pessoas mais espectaculares, agora?

 

 

 

publicado por Cátia Domingues às 18:22
link do post | Aplaudir | favorito
|
Segunda-feira, 14 de Outubro de 2013

O lado bom da vida.

Este blogue apesar de ser uma categoria, nunca se inseriu em nenhuma categoria específica.

Quem o acompanha sabe que o perfil editorial, é o meu próprio perfil, portanto mais eclético é impossível. Se fosse uma banda sonora seria um mashup de Ana Malhoa com Jeff Buckey. E, se já posso beber álcool, votar e ser presa (esperemos que não por esta ordem), então posso escrever sobre o que eu quiser, mesmo que seja sobre a Casa dos Segredos ou dos mais recentes cortes nas pensões de sobrevivência.

 

 

O lado bom da vida não tem de ser chapinhar na água com os amigos enquanto bebem refrigerantes, ou passear com o mais recente desportivo de marca italiana, com duas meninas muito arejadas no banco de trás.

 

É por isso que a partir de hoje, vou quero partilhar projectos sociais... porque todos os dias precisam de importar, ser uma oportunidade de fazer diferente e, se realmente o tempo precisa de ter um sentido, que esse sentido seja em frente.

 

 

 

 

 

publicado por Cátia Domingues às 11:58
link do post | Aplaudir | favorito
|
Terça-feira, 13 de Agosto de 2013

Feral

A curta de Daniel Sousa ganhou como o melhor filme do festival.
O melhor do prémio? A sua animação foi indicada para pré-selecção dos Óscares de 2014.
A história de um menino encontrado na floresta e a sua adaptação à vida em sociedade.

 

 

publicado por Cátia Domingues às 11:41
link do post | Aplaudir | favorito
|
Quarta-feira, 7 de Agosto de 2013

"Gorda do Dia"

 

In, Diário Económico

 

 

Só um food for thought..

Medida: Cortes nas pensões de mais de 600€ (Mas de certeza que isso é constitucional?)

 

Excepções: Diplomatas e juízes.

 

Quem são os senhores do Tribunal Constitucional?

 

Ah. Exacto.

 

Bem-vindos à política em Portugal.

 

 


publicado por Cátia Domingues às 11:38
link do post | Aplaudir | favorito
|
Sexta-feira, 12 de Julho de 2013

Feia por fora, bonita por dentro.

O que eu gosto destas ideias com o selo nacional <3

 



Em Portugal, dados oficiais demonstram que um milhão de toneladas de alimentos por ano, ou seja, 17% do que é produzido, vai para o lixo. 

 

Foi por esta realidade que nasceu o projecto Fruta Feia.

Projecto nascido no concurso FAZ Ideiais de Origem Portuguesa, com o apoio da Fundação Calouste Gulbenkian, que tem o objectivo de combater o desperdício alimentar e estimular uma economia sustentável.

 

A fruta e legumes que consumimos são aparentemente perfeitos, as normas exigem que o seja, em termos de formato, cor e calibre, que nada tema  ver com questões de segurança.

A qualidade não se julga pela aparência. Já devíamos saber que o tamanho não importa. 

 

 

 

Esta ideia, em modelo de cooperativa, pratica preços inferiores ao da fruta normalizada e para ser sócio só terão de pagar uma quota anual de cinco euros e, uma vez por semana podem levantar cestas com legumes e frutas da época.

 


publicado por Cátia Domingues às 10:31
link do post | Aplaudir | ver aplausos (2) | favorito (1)
|
Segunda-feira, 24 de Junho de 2013

Compromissos comerciais

 

 

 

 

"-Oh Cátia, porque é que escolheste ser redactora?"

 

Para poder, um dia, escrever coisas destas.

 

Do headline ao bodycopy, passando pelo cuidado da imagem...é tudo bom aqui <3

 

 

publicado por Cátia Domingues às 14:48
link do post | Aplaudir | favorito
|
Terça-feira, 18 de Junho de 2013

Banda sonora


ON Repeat

Porque a música portuguesa nunca esteve tão bem.

Dois videoclipes que saíram esta semana.





Dead Combo - Lisboa Mulata




Orelha Negra - Solteiro


publicado por Cátia Domingues às 15:38
link do post | Aplaudir | favorito
|
Terça-feira, 4 de Junho de 2013

Shhhh!

Mas qual é o racional disto?
Não entendo o conceito, não entendo nada nesta campanha. E não estou a falar só da coreografia.
É o tipo de coisa que me deixa nervosa com o estado das coisas. O investimento nesta campanha foi brutal, por todo o lado que vá tenho alguém em pose Casa dos Segredos a olhar para mim. 
Dei-me ao trabalho de tentar saber como é que isto acontece e encontrei declarações dos responsáveis.
É o mais vendido mas não é para dizer a ninguém? O quê? Que é o mais vendido?
Continuo sem perceber esta "campanha diferente". Com merecidas aspas. 
Apostam na portugalidade? O meu conceito de portugalidade vem de Portugal, o da campanha não faço ideia...

publicado por Cátia Domingues às 12:27
link do post | Aplaudir | favorito
|
Sexta-feira, 10 de Maio de 2013

Fetiches

Já no outro dia tinha falado sobre isto, mas só hoje confirmei as minhas suspeitas.
Graças à mais recente flashmob nacional, descobri o maior fetiche do clientes neste país. 
Não são as accounts giras, não é o layout simétrico da apresentação nem os almoços grátis.
Nop.
O que lhes dá mesmo tesão, é que lhes atirem à cara flashmobs.
Adoram que lhes sussurrem ao ouvido a palavra digital enquanto lhes vão fazendo promessas virais.
Ficam loucos.
O pior é que, como no sexo anal, pensam que nós também gostamos muito.
Meia dúzia de pessoas a dançar ao som de música da moda, com mais 20 ou 30 pessoas à volta, uma máquina de filmar e pumba..aqui temos uma acção bem moderna de comunicação que vai causar inveja na concorrência.

Depois lambuzam-se naqueles vídeos, com efeitos espectaculares, para mostrarem o quão divertido e emocionante foi aquilo, nem que seja para o departamento de marketing, que não trabalhou nesse dia.
O que nunca pode faltar nesses vídeos são as 4 pessoas do público, com telémoveis e máquinas fotográficas, para dar a ideia que se comprou uma coisa mesmo diferente e que vai ser muito partilhada nas redes. Confesso que é esta a minha parte favorita, porque há sempre uma velhinha desconfiada lá pelo meio.
Estimados clientes, desde a merceearia até às empresas do PSI 20, vamos lá a ver se nos entendemos..ninguém quer saber de flashmobs desde 1824.
Parecemos o governo e a austeridade, o mundo inteiro já percebeu que não resulta, menos nós. Parem com isso!
A ver pela quantidade de "flashmobs" transformadas em eventos de facebook, acho que, em Portugal, nunca sequer percebeu o conceito.
Para além disso, hoje em dia a flashmob é um recurso demasiado básico, irritante..deixou de ser eficaz. Há programas de televisão nos Estados Unidos sobre flashmobs que terminaram por falta de audiências.
Não sugiram às vossas agências, nem comprem mais esta banha da cobra. Pela saúde da comunicação em Portugal, que já não é muita.
publicado por Cátia Domingues às 15:03
link do post | Aplaudir | favorito
|
Quarta-feira, 24 de Abril de 2013

Compromissos comerciais:

 

Da Havas para a Optimus

 

A Wow é um serviço de internet fixa instantânea para pessoas que não tenham tv paga ou que tenham mas não queiram os pacotes de tudo incluído.

 

Uma campanha multimeios em que se assume que os investimentos serão superiores a um milhão de euros, mais especificamente em TV e Outdoor.

 

Pumba!

Gosto mesmo muito desta campanha...as situações, toda a graça do texto, a realização...

Confesso que também ainda não me cansei do recurso da Optimus a humoristas para cada produto que lançam.

 

Bom mas bom!

publicado por Cátia Domingues às 12:04
link do post | Aplaudir | favorito
|
Terça-feira, 2 de Abril de 2013

O grande irmão

O Big Brother 1 marcou a minha infância..ninguém sabia muito bem o que era aquilo, nem as pessoas que lá estavam dentro, e isso é que o tornou especial.

Uma espécie de laboratório a que toda a gente tinha acesso. Podermos espreitar para dentro da casa do vizinho sem que a porteira nos veja...o país pôde coscuvilhar às claras.

 

A Teresa Guilherme descobria a sua vocação. Os underdogs começavam a sua conquista. O telejornal abria com sexo debaixo do edredon. Um pontapé na boca foi imortalizado. Os Delfins cantavam a música do programa. E mesmo assim..valia a pena.

 

Gostem ou não, foi um marco tanto na televisão como na comunicação, e em 3 milhões de espectadores, a audiência média deste programa, alguns foram certamente vocês.

 

É incontornável não sentir uma certa nostalgia a ver este episódio revivalista, dividido em 4 partes.

 

publicado por Cátia Domingues às 14:40
link do post | Aplaudir | favorito
|
Quinta-feira, 21 de Março de 2013

560


Muitos, muitos, abraços apertados à Inês Freitas e ao Miguel Mendes, alunos do curso de Design de Animação e Multimédia do Instituto Politécnico de Portalegre, que ganharam o concurso para criar um vídeo de animação para a música Animals dos Muse.





Que qualidade!


Muitos parabéns à dupla e, com este talento todo, que venham mais projectos.
publicado por Cátia Domingues às 09:49
link do post | Aplaudir | favorito
|

.Existentialism

.subscrever para vossas casas.

.Agora também sou moderna.

.Bird is the word

.Espectadores

Free Web Counter
Web Counter

.Recent shows

. Compromissos comerciais:

. Uma fonte de Lisboa

. O lado bom da vida.

. O lado bom da vida.

. O lado bom da vida.

. Feral

. "Gorda do Dia"

. Feia por fora, bonita por...

. Compromissos comerciais

. Banda sonora

. Shhhh!

. Fetiches

. Compromissos comerciais:

. O grande irmão

. 560

.Old shows

. Novembro 2016

. Junho 2016

. Fevereiro 2016

. Setembro 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Abril 2015

. Dezembro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

.My Theme Song

.tags

. todas as tags

.pesquisar

.links

.links